SOBRE

CONEXÃO CURIMBÓ

O Curimbó é um instrumento percussivo característico da cultura amazônica, e em 2016, esse foi um dos pontos de partida para a criação e experimentação de um exercício cênico para rua, sob a direção da Cia de Investigação Cênica e dos artistas convidados nesta edição: os interpretes baianos Daniel Moura, Jairson Bispo e Márcio Nonato. Além disso, tivemos a participação dos intérpretes Danilo Bracchi, Armando de Mendonça, Cleber Cajum e Patrícia Mallarini. Duas grandes referências de percussão do eixo Norte – Nordeste também marcaram presença, o percussionista paraense Edson Santana que acompanha o projeto desde o seu início em 2010 e Ricardo Costa de Salvador/BA, para um verdadeiro encontro de tambores.

Este encontro evidenciou um momento de reaproximação poética entre estes intérpretes, onde cada um à sua maneira, de forma mais amadurecida, poderá dar vazão a tudo aquilo que foi acumulando ao longo de sua trajetória, disparando novas possibilidades de experimentação com o corpo em diferentes espaços de  acontecimento, tendo a Rua como o lugar escolhido para esta experimentação.

O Projeto Conexão Curimbó atua na área da dança contemporânea em Belém do Pará e acumula 04 Prêmios: Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2010, Bolsa Residência em Artes Cênicas 2010, Prêmio Funarte Petrobrás de Dança Klauss Vianna 2012 e Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014.

 

Um dos princípios norteadores do Conexão Curimbó é o compartilhamento de experiências criativas em dança entre artistas Regionais, Nacionais e Internacionais, além de difundir a dança contemporânea e a arte como um todo. É acreditando nas possibilidades de intercâmbios criativos a partir de ações operadas em rede e apontando a importância dos fazedores de cultura estarem cada vez mais conectados que estamos lançando essa convocatória nacional. Nossa equação nada exata tende a ser somática e multiplicadora, mas é preciso lembrar que para atar novos nós é preciso primeiro tecê-los. Então, que rufem os tambores e comecem as conexões!

A imersão em dança contemporânea é parte de um programa de Residência Artística no qual os ministrantes compartilharam de suas técnicas e repertórios pessoais em um processo de troca envolvendo os artistas selecionados e o contexto local. A oficina teve duração de 6 dias e foi realizada no período da manhã, com resultado final. Ao artista selecionado de outra cidade do Pará ou de outro estado, foi oferecida uma estadia colaborativa com valor mínimo de R$200,00 no período de 10 dias.

CONFIRA O PORTFOLIO DO CONEXÃO CURIMBÓ

55 (91) 983007007

c.i.cenica@gmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2015-2017 por Raissa Araújo